08/11/06

Mea Culpa

Aqui há coisa de uma semana, postei a propósito do histerismo natalício que invadiu prematuramente as ruas, as montras, os folhetos de supermercado e afins. Acabo de saber que Hugo Chávez proibiu as figuras do Pai Natal e as Árvores de Natal em todos os departamentos públicos da Venezuela, como medida que visa "erradicar as práticas classificadas pelo Governo como provenientes dos Estados Unidos". Tenho que admitir que prefiro tropeçar no Pai Natal em todo o lado do que entrar numa repartição de finanças e não encontrar o pinheiro artificial da praxe. Mesmo com as lâmpadas das luzinhas fundidas e caixas de sapatos vazias embrulhadas em papel manhoso e a fingir que são presentes.

17 comentários:

ergela disse...

É preço que os povos da américa latina têm de pagar,na sua ilusão anti-americana,e depois saem-lhes estes ditadores de "pacotilha" sejam eles de direita ou de esquerda.

Naso Lituratus disse...

E a renas de perna longa do Gato Preto? Isso é que é! :)

ccc disse...

Y viva la revolución !!!

ccc disse...

ns
Renas de perna longa de Gato Preto ?? Cadeira a marcar lugar ? mas está tudo doido? :):):)

Noz disse...

Aposto que esse senhor decretou essa medida enquanto bebia uma Coca-Cola.

Paulo Sempre disse...

A sociedade de consumo tem "coisas" destas...!!!

Luís F disse...

Ai o Natal, o Natal...

rps disse...

Há muitos anos que a época é antecipada e isso cansa qualquer um. Quando eu era miúdo, havia árvore, em minha casa, a 7, dia dos aniversário materno. Agora, "é Natal" logo no início de Novembro. Bah!

Em todo o caso, esse Chavez é um paranóico.

João Silva disse...

tenho de ser sincero, o sr. Chavez pode ser um tanto ou quanto exagerado...mas que o gajo parece não ter medo de provocar os EUA, nisso temos de dar o braço a torçer!

tulipa_negra disse...

esse chavez devia era ir de férias para o polo norte....

beijocas e obrigada pelas tuas palavras, linda

L. Rodrigues disse...

"El Noel no sera televisionado"

: ) disse...

hugo hugo mea louco mas é!
hi hi

vinte e dois disse...

Sabes que a figura do Pai Natal vermelho tal como o conhecemos veio dos Estados Unidos graças à coca Cola, por isso, anti-americano como ele é, não me admira mesmo nada!

Anabelacps disse...

Acho que vou enviar como prenda de Natal ao Hugo Chávez o livro da Sophia de M. Breyner "O cavaleiro da Dinamarca" para que ele perceba que o pinheirinho de Natal não é dos States...

Anónimo disse...

Pois é, temos ditadores por todo o lado. Mas só alguns o assumem com frontalidade.
http://freedomtocomment.blogspot.com/

sleep well disse...

concordo, linda :)

ps. logo te direi de quem é o quadro do gato azul.

bjo

magarça disse...

Dessa medida a erradicar o Natal, por este representar a sociedade de consumo, capitalista, vai um passo. As comparações têm destas coisas: fiquei como tu, a agradecer o Natal antecipado.