15/11/06

Noites

Excepcionalmente, às sextas é possível visitar a exposição de Amadeo de Souza-Cardoso até à meia-noite. A Fundação Gulbenkian estreia-se nestas modernices de horários alargados e logo com uma mostra de se lhe tirar o chapéu (190 obras do pintor mais outras de 38 artistas do seu tempo e do calibre de Modigliani, Picasso e Sonia e Robert Delaunay). Acho bem. Acho fantástico.
E lembro-me logo das comemorações do Dia Internacional dos Museus, algures em Maio, que levou milhares de pessoas a trocar o engate no balcão da Kapital pelo prazer de visitar o Museu Nacional de Arte Antiga às três da manhã. Não doeu nada, digo eu, correndo o risco de parecer a maior das anti-líricas-noctívago-sentimentais.
(Devia ter colocado aqui uma pintura do Souza-Cardoso mas escolhi esta do Robert Delaunay - "Paysage au disque" 1906, Musee Nationale d'Art Moderne, Centre Georges Pompidou, París - porque gosto muito dela. O nosso artista segue dentro de momentos.)

19 comentários:

Luís F disse...

Já me estás a dar ideias… Lá vou ter de trocar o balcão da Kapital pela exposição, que maçada!!!

Mushroomdeluxe disse...

Suspeito que alguns dos habitués do balcão se tenham enganado na porta...
Para os restantes, é sem duvida uma boa sugestão, obrigada!

Anónimo disse...

Até pelo menos 16 de Dezembro?

Pedro Soares Lourenço disse...

Ora, sejamos claros, também não era assim tão difícil. O engate do balcão da Kapital há muito que deixou de ser o que era…

João Silva disse...

Em principio vou ao museu de serralves (porto)no sábado para ver a exposição "anos 80".

Todo o tipo de artes plásticas numa das maiores exposiç~es de sempre no nosso país.

Fica a sujestao

Zorze disse...

Vou ver este fim-de-semana. Parece-me bem *

ccc disse...

Ora aí está uma excelente notícia. Mesmo que fosse só às sexta-feiras e aos sábados, todos os museus e exposições deveriam adoptar esse horário! E a vida ficaria tão mais fácil ....

tamagoxi disse...

Vamos todos para lá esta sexta e depois onde é que vai ser a noite ?

rps disse...

Não sou frequentador habitual nem conhecedor de pintura. Do pouco que conheço, gosto de Amadeu e essa vou ver. Ainda não sei em que dia nem a que horas.

menir disse...

Sepre fui adepta de horários alternativos... Parece-me uma boa escolha, noite há muita e exposições neste horário são poucas... ;)

sereia disse...

Não conhecia esta obra, acho linda, acho que vou plagiar noutras cores, o Robert não se há-de importar!

Suzi disse...

que sorte, a de vocês.
aqui, o máximo que temos, é culto ao consumismo - na época do natal, já há dois anos, os shoppings ficam abertos dois dias seguidos, sem fechar, madrugada afora.
quem sabe qualquer hora copiamos a idéia cultural?

beijos!

normajean disse...

Uma boa iniciativa! Mas mais uma vez apenas em Lisboa... Beijinhos!

Aninhas disse...

Pois mas e quem fica a trabalhar fora de horas não deve achar essa graça toda. Digo eu...
È que trabalhar à noite é lixado, ok...
Especialmente se não morre ninguem por esperar que a exposição abra no dia seguinte.
bjs :-)

Frioleiras disse...

Não é bem verdade.... O MNAA, nas últimas 5as feiras do mês, tem estado aberto à noite, também, no que se chamou as noites de Santos.
Nas suas imediações, em Santos, nesses dias, as galerias e lojas de design estavam abertas em sincronia tb, e alguns restaurantes tinham desconto aos jantares...

marta r disse...

Frioleiras: Não é bem verdade exactamente o quê? Eu não disse que o MNAA não tinha horário alargado, nem falei nas lojas e galerias de Santos. Só disse que a Gulbenkian, pela primeira vez, ia abrir uma exposição à noite. E que a iniciativa do Dia dos Museus foi um sucesso.

sleep well disse...

um dos "meus" pintores...

Pedro Correia disse...

E (como de costume) escolheste muito bem. Bj.

Anne Marie disse...

Boa sugestão!!!!
Tenho andado fora, não sabia destes horários, mas acho que vou dar um pulinho à Gulbenkian!!!!
Um beijo!!!