29/04/08

Vamos lá a ver

Acho óptima a ideia de transformar o 'Equador' em série de TV. A história é boa, as personagens são espessas e cheia de nuances, os cenários e ambientes estão carregadinhos de referências históricas que caem sempre bem ao nosso povo ultimamente tão saudoso.

Aparentemente, o receio de uma adaptação desastrosa parece atenuado pela supervisão atenta do autor, que acompanhou de perto a passagem para a linguagem televisiva. Portanto, e mesmo tratando-se de um produto made in TVI, há que ser optimista e acreditar na equipa técnica, nos actores (quase todos eles muitos bons) e nos textos. A única coisa em que, por enquanto, não acredito é no louro platinado da Maria João Bastos. Não imaginei a britânica Ann com ar de esteticista de subúrbio.

16 comentários:

Francis disse...

Vai ser uma aposta muito forte da NBP, da TVI, neste momento já partiram para a India para as primeiras rodagens.
Acredito que vai ser uma boa série, e não é por causa do acompanhamento do MST. ;)
A ver vamos.

Luís F. disse...

Ah! Ah! Ah!

Também não queria acreditar no look deslavado da M. J. Bastos...

Acho que a série poderá funcionar, gostei bastante do livro.

Anónimo disse...

"Vamos lá a ver"

1entre1000's disse...

oh pa excelente alegoria agora nunca vou conseguir olhar para a personagem sem lembrar este post... LOL

nelio disse...

:)

Anónimo disse...

vi a reportagem sobre a série de manhã e, realmente, algo me pareceu muito estranho na Maria João Bastos. mas não sabia exactamente dizer porque é que me parecia estranho. depois vim aqui ao Astro e fez-se luz: tens toda a razão, tem mesmo ar de esteticista de subúrbio!

Unknown disse...

"esteticista de subúrbio" - que linda definição para essa senhora.

Anónimo disse...

Não conheço nenhuma esteticista dos subúrbios para poder avaliar, mas acredito em vocês. :)))

josé alberto lopes disse...

e logo a maria joão bastos, que é a actriz mais inexpressiva que há. foi uma péssima escolha da tvi mas, lá está, os contratos de exclusividade são mesmo assim, há que encontrar sempre algo para a moça fazer e a secção administrativa, onde ela devia estar, está a dar boa conta do recado.

Xanuca B disse...

obrigada por este post deliciosamente mortal :)

como é que o finérrimo Luís Bernardo (é asim o nome do herói não é? -xi, jà se passaram 5 anos e tantos livros desde o Equador) se vai perder de amores e de dores por uma esteticista de subúrbio ...

Mesmo com a supervisão do autor nada vai superar este erro de casting.

:)

Sara disse...

Vai na onda das loiras: Alexandra Lencastre, Sofia Alves...

(ainda não vi o aspecto da pessoa, pá... tenho que investigar!)

Custódia C. disse...

Sempre mordaz :) Estou muito curiosa para ver Equador... vamos ver até que ponto são fieis :)

Capitão Gancho disse...

Eu acho que aquele " louro " não é de modo algum eficaz...não consegue convencer absolutamente alguém...
Enfim quem não tem cão....

Quem era boa era a Astrid do Paulo Pires, mas pronto essa não é actriz...
bom também não seria problema...
ah, mas pronto não tinha passado por essa grande e extraordinária escola " MORANGOS COM O AÇUCAR ".

Suzi disse...

...boiei.

rsrsrsrs

Pink disse...

Vou libertar a minha paixão pelo escritor Miguel Sousa Tavares:
- Que a série seja tão boa quanto as novelas da TVI que eu raramente vejo!
Nunca li nada escrito por ele...nem o pretendo fazer. Tenho uma profissão rasca, que como ele diz nada fazemos e ganhamos um ordenado sem o merecermos...
Adoro a Sophia...a mãe, mas o filho...BAHHHHHHH!!!!!!!!!!
Gostos não se discutem e se gostaste do livro...compreendo a tua apreensão em relação à série...
Bom feriado.
Até!

Sara disse...

Já vi a magana loira. Realmente... só lhe falta a Maria debaixo do braço e as unhas pintadas de rosa-velho e lascadas.