13/11/06

Castelo de S. Jorge

O Castelo de S. Jorge, em Lisboa, é o monumento histórico mais visitado em Portugal. Anualmente, 1.000.000 pessoas deslocam-se até lá o que não me parece nada mal. É um local aprazível, com boas e amplas vistas e uma excelente alternativa ao roteiro domingueiro do shopping. E depois, é um daqueles sítios onde é fácil abandonarmo-nos a um ou outro devaneio de carácter histórico. Dá para imaginar como seria um encontro com a família real que lá viveu até ao século XIII, fantasiar acerca da noite de estreia da primeira peça do Teatro Português 'Monólogo do Vaqueiro', no século XVI, ou até pensar na hipótese de dar um aperto de mão a Vasco da Gama, recebido por uma população em delírio após a descoberta do caminho marítimo para a Índia.
Infelizmente, uma fantasia deste género custa 5 euros. É o preço do bilhete de entrada. É muito. Demasiado para os nossos bolsos depauperados. Depois, não se admirem que os portugueses apareçam em todos os estudos da União Europeia como os mais pessimistas das redondezas. Sonhar está cada vez mais caro.

24 comentários:

ccc disse...

Eu diria mais: depois admirem-se dos Portugueses preferirem os Centros Comerciais!

ergela disse...

A culpa a meu ver é da CML e do seus executivos que a têm vindo a governar,executivos estes que dão prioridade ao betão e aos "patos bravos" da construção civil, porque a história e a memória desta cidade e deste país é coisa menor.

Aninhas disse...

Por falar nisso, empresta aí 5 aéreos para eu ir ali sonhar com os meus tempos de solteira... Bjks!

Luís F disse...

Bem visto! Gostei particularmente dos devaneios históricos...

Anónimo disse...

Epá...tenho de discordar...prefiro que se pague 5 euros e aquilo esteja bem tratado do que quando não se pagava nada e aquilo até metia medo lá andar!
Já agora, por comparação, não me parece que lá fora se pague menos para visitar monumentos...
Desculpem lá ser voz de discórdia. Mas é o que acho...e é lógico que o dinheiro custa-me tanto como a vocês...

Aninhas disse...

Tu aqui Calvin??? Andas a espreitar os meus links, não há condições... Prepara-te Marta, não tarda está a corrigir o teu léxico, a tua gramática, ortografia, e sei lá mais o que...

rps disse...

Manter aquilo custa dinheiro e, sinceramente, merece os 5 euros. Quando vou ao shopping (coisa não muito frequente, aliás) gasto muito mais...

eumesma disse...

Sou de Lisboa e portanto se lá for nada pago, mas acho um absurdo pagar-se tanto dinheiro para se visitar um monumento que deveria ser visitado por todos, e se calhar, vai ficar ao abandono, mas é por falta de visitantes.
O nosso património é algo que pertence a todos e sinceramente nem deveria se pagar nada para o visitar, os custos de manutenção deveriam ser suportados pelas Câmaras sem "chular" o já tão empobrecido contribuinte.
Tenho dito! :-)

Anónimo disse...

E eu que julgava na minha ingenuidade que sonhar era grátis...

menir disse...

Fiquei interdita, não sei se pagando se conserva melhor o espaço ou não (para onde vão os 5 euros?). De qualquer forma parece-me algum dinheiro...
"Lá fora" é muito relativo, não se paga para ver a Tate Modern, por exemplo...

tulipa_negra disse...

5 euros parece-me um exagero, mas se é para conservar e manter o Castelo limpo e em condições, se calhar não está mal pensado. se formos a ver bem, lá fora também nem tudo é de graça...
beijinho

Suzi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Suzi disse...

vamos aos exemplos daqui?

* pra visitar o cristo redentor, pagam-se 5 reais (o equivalente a 1,5 euro, aproximadamente), se o visitante for de carro; 5 reais por cada pessoa que estiver dentro do carro e mais 5 reais pelo carro (não me pergunte por que, já que não é pelo estacionamento)

* se você for no trenzinho (muito lindo e agradável) vai desembolsar uns 30 reais, quase 10 euros.

* no pão de açúcar não há opção: tem-se que subir pelo bondinho, e isto vai lhe custar, no mínimo, 10 euros; algumas vezes fazem promoção para os moradores da cidade: paga-se metade do valor, desde que se leve comprovante de residência e um quilo de alimento.

* museus têm entrada na faixa de 5 reais, estudante pagando meia-entrada; em outros, entrada franca.

* teatro municipal tem visita guiada por cerca de 5 reais também, com desconto para estudantes. óperas são "carérrimas"!!!! 180 reais, aproximadamente; mas há sessões populares, vez ou outra, a 1 real.

enfim, cultura não é distribuída ao povo, infelizmente; lazer??? muito menos.
portanto, não é privilégio dos portugueses a elitização da cultura; nossos impostos deveriam servir para manter espaços culturais, beneficiando toda a população. mas...

Ines disse...

E eu que há imenso tempo me está a apetecer ir almoçar no restaurante que lá há... dizem que é muito bom... (também muito caro...) Será que também tenho de pagar entrada para ir almoçar?

tamagoxi disse...

Pois é eles estão a abusar no preço
Mas já agora vou dar mais uma dica ai perto há o restaurante do Chapitou que é muito Bom

Suzi disse...

martinhaaaaaaaa!!!!!!
tem surpresa pra você lá no blogdasuzi.
acabei de fazer um update especialmente pra você!
corre lá!
mas prepare o seu coração!!
ahahahahaha!!!!
;o)

Mocho_ao_Luar disse...

Para ser sincero, já não vou lá à tantos anos, que já nem faço ideia de como aquilo é lá dentro...

pois, o que se passa é que nos centros comerciais, gastam talvez 50euros em vez de 5 no Castelo de S. Jorge.

asdrubal tudo bem disse...

Eu também acho que é um abuso mas se começarmos a pensar que as pessoas dão 2€ para comer uma dúzia de castanhas ou 3e para um maço de tabaco , entre muitas outras coisas já não sei.

Francis disse...

e eu com sorte porque moro em lisboa.

passo lá algumas vezes.

Anónimo disse...

Dei lá um dos beijos mais importantes da minha vida....há muito pouco tempo, valeu bem os 5 euros...e sonhar continua a não custar,

Encontrei, o Castelo em fase de manutenção, com uma vida nova...Não me choca pagar para manter...:)

Anónimo disse...

Em dinheiro,mil escudos parece-me ser demasiado para (com os milhares de pessoas que lá irão)despesas de restauro e manutenção...

BAd disse...

E não é só...
Temos de pagar para ver um monumento que nos pertence...
Sim, a nossa história passa por ali...
É uma vergonha!!!!
Beijinhos

Bruna Pereira disse...

Pois olha, eu vim para Lisboa, moro no Intendente e vejo todos os dias o Castelo de S. Jorge da minha janela da casa de banho. No entanto, nunca lá fui.
Surreal...

:)

Anónimo disse...

Não querendo ser do contra, prefiro pagar e ver o património conservado, do que ser de borla e estar tudo destruído. E no estrangeiro que todos dizem que lá é que é bom, paga-se e bem.