11/12/06

11.806

É mau que o Estado tenha 11.806 funcionários que trabalham a recibo verde. É muito mau mas é possível que uma grande maioria destes 11.806 funcionários públicos vá para a rua no final do ano. E é terrível que estes 11.806 funcionários públicos - porque estão a recibos verdes - não tenham direito a subsídio de desemprego.
Há pelo menos 11.806 pessoas em Portugal que não têm motivos para acreditar num próspero ano novo. E isso não é só mau. Também é triste.

22 comentários:

maestropeter disse...

....há pelo menos +11.860 crianças que talvez não tenham NATAL, juntando aquelas que ja existiam

soluções? quem arranja soluções? quem?

Luís F disse...

É muito mau mesmo... Foi no governo do nosso actual Presidente que os malfadados recibos verdes apareceram, pode ser que agora ele dê umas ideias ao governo de como "descalçar esta bota"...

1entre1000's disse...

assustador de facto!!!

Noz disse...

É realmente muito triste.
E igualmente triste é esta noticia:

http://dn.sapo.pt/2006/12/11/economia/governo_cria_empresa_para_gerir_func.html

O Estado criou uma empresa de tachos para acabar com alguns outros tachos.
Quase parece um paradoxo, mas vindo do Estado tudo parece normal!

Miguel S. disse...

O problema está, sobretudo, no facto de os recibos verdes, uma realidade que conheço bem, permitirem às entidades empregadoras encontrar um série de soluções para não criarem vínculos. Não sou contra os recibos em si. Sou contra os esquemas que se arranjam para perpetuar essa prática para lá do razoável - quem não conhece, pelo menos uma, empresa onde colaboradores permanentes recebem, todos os meses, uma quantia ligeira/ diferente pelo mesmo trabalho só para que, aos olhos da lei, não sejam obrigados a integrá-los no quadro?

menir disse...

Há sectores inteiros cujos pagamentos são feitos à base de recibos verdes... Sei bem demais do que estou a falar e esta realidade às vezes dá-me vontade de reagir de formas menos ortodoxas cada vez que me falam em greves ou coisas quejandas... Sei que não está relacionado, que sem dúvida a luta por melhores condições de trabalho se tem de fazer, mas em princípio quem se manifesta tem direitos com que eu só posso sonhar (seja quais forem aqueles por que se batem).

nelio disse...

os recibos verdes deviam servir para o pagamento de tarefas específicas e não para pagar a funcionários regulares. é a preversão do sistema e o estado, que nunca se portou como uma pessoa de bem) dá o (mau) exemplo

Anónimo disse...

Venha de uma vez essa guilhotina afiada mazé!!
Tipo: fechemos os olhos, agarremo-nos das mãos e saltemos ao abismo do "Fazer-alguma-coisa, ainda-que-estúpida, - mas fazê-la! De uma "boa" vez!!!"...
Tirem-me de este filme de quem mergulha em água fria aos "poucochinhos".
...estou farto de este estado "paizinho"!!
Um país "estado-dependente" é sempre um país terceiro-mundista! ...e um país terceiro mundista é aquele país onde um "terço" da povoação trabalha para administrar os outros dois terços!
...
tou farto! Assistente Manél-de! marque mais umas férias antes do ano acabar!!! ...upa!

Anónimo disse...

É francamente mau e o problema é que, muitas vezes, a populaça tem que se agarrar a situações do género dos recibos verdes para poder garantir uma fonte de sustento.
O problema continua porque as entidades empregadoras, estado ou não, aproveitam-se, muitas vezes, desta situação.
E falo por experiência própria, que estive cerca de 5 anos a trabalhar numa empresa sempre com recibos verdes...

: ) disse...

" 11. 806 x de males que venham por bem !!!"

ergela disse...

Os recibos verdes deveriam de ser uma situação transitória,mas como em Portugal tudo o que precário é bom (assim se revela o recido empresarial português,incluindo o Estado) pois só assim se pode ter controle sobre os trabalhadores.Mentalidades...

Suzi disse...

Direitos trabalhistas são desrespeitados aí também, né?
Convivo diariamente com isso. Muito triste.

tamagoxi disse...

Pois é
O grade problema é que para os governantes as pessoas são números
E eles tem que reduzir as despesas a qualquer consto
E o que vai acontecer é que os competentes vão para casa e os incompetentes vão ficar para mim essa é que é a maior injustiça

ccc disse...

E não há perspectivas de mudança...

Anónimo disse...

Até me custa comentar esta situação...
Quem já trabalhou ou trabalha a recibos... sabe o que é a incerteza qt ao futuro.... e isso é terrível…
Foram 5 longos anos…

de Matos disse...

é o país em que vivemos, nada +e uma certeza, alias, ha uma certeza, que isto nao caminha para melhor...

boa semana

Anónimo disse...

Independentemente de algumas medidas anunciadas(vamos ver se são implementadas)este é um governo com letra pequena.

asdrubal tudo bem disse...

e mais triste ainda se pensarmos que muitos deles serão possivelmente excelentes trabalhadores enquanto há gajos que se limitam a fingir que trabalham sem nada fazerem e têm emprego garantido para toda a vida.

13 disse...

Antes a recibo verde que desempregados... Infelizmente é mesmo assim!

bolaxamaria disse...

É muito triste de facto... eu estou a recibos verdes há quase 4 anos e sei bem a instabilidade que é...

Um permanente adiar de decisões importantes devido à instabilidade no emprego... é mesmo lamentável!

Se soubesse o que sei hoje, no fim do curso tinha-me posto na alheta para não voltar tão cedo!

tulipa_negra disse...

muito triste, cara amiga, muito triste mesmo...

Mocho_ao_Luar disse...

Pois, para essas pessoas o futuro não é tão risonho... e não há muito mais a dizer!:(