12/12/06

O costume

Não gosto de celebrações com data e hora marcada, companhia imposta e despesa por conta de outrem. Gosto do improviso, de escolher livremente as minhas próprias confrarias e de pagar pelas escolhas que faço. Não gosto de fazer fretes mas amanhã vou fazer um. Porque alguém um dia confundiu a ideia de empresa com a de família e achou que um jantar de Natal pode ser meio caminho andado para nos tornarmos todos irmãos. Uma treta.

32 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem! 100% de acordo.

Miguel S. disse...

Estou contigo. Foi coisa de que nunca gostei, por ser imposta e artificial, e tentei escapar sempre que pude.

Luís F disse...

Nem mais... Pensa que é um convívio imposto só por poucas horas e mais só para o ano...

susana disse...

a minha imposição natalícia costumeira vai ser no sábado... bahhhhhhhhhhh

1entre1000's disse...

Ai finalmente uma pessoa que pensa tal e qual como eu... eu já pensei em 1001 desculpas para faltar este ano... vamos ver se tenho coragem... ;)

cr disse...

APOIADO...APOIADO..APOIADO...APOIADO..APOIADO...APOIADO... Na verdade nunca vi ninguém despedir um membro da familia, por este não atingir os objectivos....APOIADISSIMO...

ergela disse...

A hipocrisia e o cinismo nesses jantares de natal é o que mais há, é lamentavel.

Zorze disse...

Aproveita, apanha uma grande bebedeira e insulta o teu patrão - tens desculpa!!!

Suzi disse...

Ah, sabe que eu também não gosto dessas coisas marcadas, gosto do improviso, e então termino fazendo o jantar uma festa improvisada. Às vezes fazemos uma bagunça tão grande no cardápio, que fica tudo ainda mais divertido. Minha família, GRAÇAS A DEUS, se curte o ano inteiro. E o Natal é só uma desculpa para estarmos juntos. À hora que der, no dia 24 ou no 25 ou no 26. Queremos é a festa de nos reunirmos.
Termino gostando das comemorações do Natal, em cima dahora.
;o)

eumesma disse...

Pois..ainda hoje me disseram "Ah pois, não vens ao almoço de Natal" e eu .."Uppsss"..

Não vou de certeza. porque nada me une a estas pessoas, apenas o ter que trabalhar com elas, sem nunca as ter conhecido minimamente bem, e isso não é facto suficiente para partilhar o que quer que seja...

Coisas destas época, que é tudo menos os valores tradicionais..:-(

Anónimo disse...

como diz uma colega minha... pensa que são mais umas duas tres horitas de trabalho.... tem de ser

menir disse...

Cara marta, ui... Vinga-te na sobremesa... Beijinho

Noz disse...

Apoiado a 100%. Eu estou na mesma situação. Ainda por cima querem marcar num sitio a 30 euros por pessoa. Dasse. Vou ter de beber muito alcool para compensar o preço e também para me esquecer do mesmo.

Anónimo disse...

Certeiro e atempado, este post, Marta!

Aliás, seria um tema muito mais apropriado - e, se calhar, com um resultado muito mais surpreendente - para aquelas perguntas de última página do Público (A sua ceia de Natal inclui bacalhau?)

tamagoxi disse...

Eu nuca tive problemas com os jantares de natal das empresas onde trabalhei deve ser porque a maior tinha 6 empregados com mais o patrão éramos 7 poucas pessoas para haver problemas
E como trabalhávamos em equipa os jantares de natal era mais uma forma de o patrão dizer que trabalhamos bem mas não podia fazer grandes aumentos porque o mercado estava em crise

tamagoxi disse...

Eu gostava de te convidar para um novo Blog mas preciso to teu e-mail
Manda-mo para o meu e-mail que está no meu perfil

tulipa_negra disse...

tu nem me fales nisso!!! ando cá com uma vontadinha de ir ao jantar de natal lá para terra dos nuestros hermanos que nem te conto... mas coom dizemos aqui, faz parte do job...

good luck!

Anónimo disse...

Não gostas de ir a esses jantares? Então faz como eu: não vás!

LFM disse...

lol
Pois fica sabendo que na empresa onde trabalho, todos se queixam de não fazerem um almoço ou jantar de natal.
Resultado, juntamo-nos todos (apenas empregados) e vamos almoçar no Sábado.

Bruna Pereira disse...

Concordo.
O mesmo que te corta na casaca 5 dias por semana diz depois simpaticamente à mesa:

"Passas-me, por favor, o pão?"

Não há paciência...
:)

ccc disse...

Não me digas nada! Hoje tenho exactamente o mesmo programa !!!!!!!!!! Grrrrrrrrrrrrrrr!

asdrubal tudo bem disse...

básicamente as pessoas passam a vida a dizer mal umas das outras a tentar entalá-las em termos profissionais mas depois para limparem a consciência fazem esses jantares.

: ) disse...

vá lá com calma
"o costume é vulgar banal anormal etc.."
mas existe
felizmente só ás vezes
bom apetite : )

Anónimo disse...

1ªversão - pagou o boss; 2ªversão - pagámos nós o jantar do boss; 3ªversão - esquece lá isso; 4ª versão - e se for um almoço... Nem quero imaginar qual vai ser o drama este ano!

Anónimo disse...

TOU DE BAIXA COM DEPRESSÃO!!!!!
SAFEI-ME A UM DESSES HORRÍIIIIIIIVEIS ALMOÇOS!!!!!!
Mas só de imaginar já me está a dar o stress!

Out of Time disse...

Como se costuma dizer hà duas coisas que não se escolhem, a familia e os colegas de trabalho. Com os primeiros sempre existe um histórico que deve incluir amizade e amor Os segundos devemos tentar ser "leves", ou seja, participar sem necessariamente partilhar, no entanto devo relembrar que o espirito natalicio é mesmo esse, fazer o bem sem olhar a quem...pêta!!!

Anónimo disse...

Eu vou ter um desses na próxima quarta...

Anónimo disse...

O que me vale é que na minha empresa só somos dois, ehehe! :)

sleep well disse...

estou contigo! uma treta!

Frioleiras disse...

É verdade, é verdade mas... talvez "ajude" a conhecermos melhor o colega do laptop do lado ...
è assim em td o lado... o melhor é ver a outra face da contrariedade... Numa sociedade global, em que o Natl se globalizou o que esperavas ?

Mocho_ao_Luar disse...

ahahah brutal!!! Epa, percebo o que queres dizer...mas é para motivar o pessoal e incorpora-los na perspectiva empresarial! pelo comes à "pála", não?!

bolaxamaria disse...

Como te compreendo marta... por isso mesmo é que deixei de ir aos jantares de Natal da CML, que não são mais que a decadência no seu estado puro.