27/12/06

Dois pesos

Os festejos em torno da morte de Pinochet chocaram meio mundo. O outro meio insurgiu-se contra os tribunais iraquianos que condenaram Saddam Hussein à morte. Não sobrou ninguém para falar sobre os quatro prisioneiros executados no Japão no dia de Natal que mereceram uma notícia de meia dúzia de caracteres no Público de ontem.

22 comentários:

Luís F disse...

Parece que as execuções tornaram-se tão banais que deixaram de ser notícia...

Miguel S. disse...

É a ironia da vida. A nossa atenção é atraída para umas coisas e outras, tão ou mais graves, acabam por passar (quase) despercebidas. Lembro-me também de Fidel Castro ter aproveitado a Guerra do Iraque, uma altura em que sabia estar o mundo com os olhos postos ali, para ordenar as execuções sumárias de figuras não gratas ao regime.

ergela disse...

Pois é Marta dois pesos e duas medidas.

ergela disse...

Muito bem observado,parabens.

Anónimo disse...

Excelente, excelente post!
Parabéns e obrigado por me teres chamado a atenção para essa notícia que sinceramente não vi em nenhum telejornal.

ccc disse...

Não fosses tu e também me passava ao lado. Nestes dias de férias, esqueço um bocadinho o Mundo:(

nelio disse...

pois! :o(

Pedro Correia disse...

Excelente: na "mouche", Marta.

tamagoxi disse...

Eu sou contra a pena de morte
Acho um ato bárbaro
Não gosto de ditadores mas se eles estiverem presos já não atrapalham a humanidade
Não sabia que 4 Japoneses tinham sito executados

LFM disse...

São as constantes divergencias mundiais e globais

Anónimo disse...

Eu sou terminalmente contra a pena de morte. Mesmo do Sadamn Hussein.
Agora, nem sabia que no Japão a praticavam. E eu admirava bastante os japoneses por serem um povo evoluido. Caca de galinha para o sistema jurídico e penal deles.
Mas pensa comigo: eles não têm Natal, pois não?

Para quem não é católico-apostólico e isso, o Natal ou é um dia como os outros ou é a festa da família.
Lamentável é haver pena de morte e por outro lado proibirem a eutanásia!

Suzi disse...

Eu também não vi/ouvi nada a respeito...

:o(

Anónimo disse...

sinais dos tempos...

1entre1000's disse...

interrogo-me imensas vezes qual o caracter de selecção o que é ou não noticia neste mundo de hoje... :(

asdrubal tudo bem disse...

O dificil é encontrar explicação para tamanhas diferenças. e quando morrer fidel? será que vai tudo andar a lamentar e a dizer que era um grande Homem ou será que vão chamar os bois pelos nomes?

Anónimo disse...

Não ouvi falar dessas penas de morte.
Quanto ao Fidel penso fazer o mesmo que fiz com o Pinichet.
Beijinhos e se por acaso cá não passar BOM ANO de 2007

Mocho_ao_Luar disse...

Mas quem é que quer saber da malta pequena?

Ines disse...

Estiveste cá tu!

saca disse...

martinha,muitas vezes e infelizmente,nao é a importancia da notícia que faz a verdadeira noticia mas sim a proximidade da mesma relativamente ao leitor.
assim se o seu presidente torcer o tornozelo,é relativamente mais importante que as execuçoes sumarias no japao.
assim se fazem e se vendem jornais....
bjks
;-))

Anónimo disse...

e infelizmente andamos todos ao ritmo dos media,inclusive quem nos governa!!!
merda pra política!!!!!!!grrrrrrr

Alien David Sousa disse...

That's Life! Unfair.
bjs

qweaq disse...

wow gold
wow gold
wow gold
wow gold
wow power leveling
wow power leveling
wow power leveling
World of Warcraft gold
power leveling
powerleveling
power leveling

power leveling
wow power leveling
wow power leveling
power leveling
power leveling
power leveling
powerleveling
powerleveling
powerleveling
powerleveling
powerleveling
World of Warcraft power leveling
World of Warcraft power leveling

Rolex
rolex replica
replica rolex
Runescape Gold
RuneScape Money
Watches Rolex
Rolex Watches
rs gold
World of Warcraft power leveling
World of Warcraft power leveling
World of Warcraft power leveling
World of Warcraft power leveling
World of Warcraft power leveling
gold wow
gold wow
cheap wow gold
cheap wow gold
World of Warcraft gold
World of Warcraft gold
World of Warcraft gold