11/03/08

A mulher de

Escreve-se por todo o lado que Fernanda Tadeu, mulher do número dois do PS, António Costa, esteve na manif dos professores contra o Governo. Como se fosse um grande furo jornalístico isto de uma mulher pensar pela sua própria cabeça, independentemente das cores políticas do homem com quem partilha mesa e cama. Também se escreve que isto deve ter que ver com uma manobra política de António Costa para roubar o lugar a José Sócrates. Que é como quem diz: se ela tomou uma posição pública sobre uma questão que lhe diz directamente respeito como profissional do ensino só pode ser para ajudar o marido. Nunca por, simplesmente, gozar como qualquer cidadão deste país do direito de se manifestar.

18 comentários:

Eduardo disse...

Por acaso é um grande furo jornalistico!!! Em Portugal é!!!
Pouco importa aqui as convicções da Senhora... importa é o estado civil que a une a um político, que só por acaso é do PS!

O jornalismo português é sintomático do país em que vivemos!

eduardo
http://bitaitadas.blogspot.com

Custódia C.C. disse...

É por isso que eu digo, que a equidade é uma miragem :)

Francis disse...

em portugal o jornalismo está pela hora da morte, é só sensacionalismo, investigação séria não se faz por medo.
assim sendo...

Bikoka Frita disse...

Permite-me discordar das tuas conclusões: acho que a notícia é um furo jornalistico. Afinal ela é mulher de um membro reputado do PS. E se fosse ao contrário: ele ir à manif sendo ela Presidente de Câmara e membro do PS? Acho que também não deixaria de ser um furo jornalistico.

Capitão Gancho disse...

Andámos tanto tempo a lutar pela democracia, pela liberdade de expressão e agora não somos livres de ir a uma manifestação, é realmente ridiculo. Nós não sabemos se a senhora até é do PS ( eu não sei), mas mesmo que fosse, porque não pode ela discordar de alguma medida politica? Ela deixou de ser gente e pensar com a sua própria cabeça?
ISTO É PERFEITAMENTE IDIOTA!
Todos nós sabemos que repartir a cama com alguém, pode ter os seus custos, mas caramba deixem a senhora pensar com a cabeça dela. Isto é para todos os jornalistas tontos da nossa praça que só escrevem " novelas " rosinhas e que deviam todos, SER AVALIADOS. Ficariamos quase sem jornalistas, infelizmente.

Capitão Gancho disse...

E se ela não mudasse de cuecas todos os dias?
também era um furo jornalistico?

bom...É QUE ELA É MULHER DE UM MEMBRO REPUTADO DO PS...

Ora, francamente, o que ela é, felizmente, É DONA DA SUA PRÓPRIA CABEÇA!

Vão se catar!

Luís F. disse...

Pronto, mais uma para o achincalho público… lá porque a senhora é casada com um “vulto” do PS não pode discordar das políticas do governo? E isso significa forçosamente que o senhor seu marido quer passar a perna ao Sócrates? Muita trama de Hollywood fica atrás dos filmes de alguns jornalistas…

Marta disse...

Infelizmente os furos jornalísticos em Portugal são sempre de menos valia.
Normalmente pecam por dar atenção a notícias fúteis e desgastam-nos com as histórias mais sórdidas.

(**,)

Sara disse...

Os critérios noticiosos há muito que mudaram...

Anónimo disse...

: ) tambem reparei na noticia
mulher de ....
como se as mulheres ou os homens fossem propriedades de alguém ...
que tolice de noticia.

nelio disse...

e estavam à espera de quê? isto ainda não deixou de ser a coutada do macho luso, que acha que quando se fala em paridade e mulheres se está a falar de qualquer coisa relacionada com o acto de parir...

ergela disse...

Pois é Marta, concordo consigo, está é claramente uma NÃO noticía, era o faltava que um familiar de um politico que por acaso esteve no governo da republica não pudesse manisfestar as suas ideias,vai muito mal esta C.S.,e a democracia.

1entre1000's disse...

enfim enfim...

rms disse...

E tios e primos? Também foram? Se calhar era uma reunião de família...

Uma pequena nota para o comentário do Francis: É um facto que o jornalismo de investigação já conheceu melhores dias. Mas não é menos verdade que, quando se faz, é menorizado, desvalorizado ou até acusado de instrumentalização, como aconteceu recentemente com os projectos assinados na Covilhã.

E, mesmo assim, os grandes processos mediáticos são obra do jornalismo de investigação. O desfecho é que depende das instâncias judiciais e isso é outra história...

Preso por ter cão...

susana disse...

à mulher de César mais vale parecê-lo do que sê-lo, ainda bem que a mulher de António Costa valoriza mais o ser

Alba disse...

É por estas e por outras que acho que ainda faz muito sentido celebrar o dia 8 de Março!

Bikoka Frita disse...

Estou-me a catar...

Suzi disse...

ainda nos vêem como extensão de alguém, quando, há muito, já temos nossa própria energia, sabemos andar com nossas próprias pernas e pensar com a nossa própria cabeça.
era mais ou menos sobre isso, que eu dizia...