08/05/07

Regresso à Idade Média

Custa a acreditar: a Sony promoveu um evento em Inglaterra para lançar um jogo da PlayStation que consistiu em degolar uma cabra e depois – em versão passatempo – convencer os participantes a comer o maior número possível de “bocados” retirados do interior do bicho. Desconheço se o prémio era o próprio jogo. A Sony é que ficou com o galardão da mais estúpida, lamentável e irresponsável campanha de marketing de que me lembro. Estou capaz de me inscrever no primeiro movimento de luta contra os videojogos violentos que me aparecer à frente.

18 comentários:

susana disse...

estupidamente impressionante

Miguel S. disse...

Só podes estar a brincar...

Joana disse...

A ser verdade, é simplesmente vergonhoso. E estupidamente inclassificável também.

joaninhadepapel.blog.com

Suzi disse...

Não é à toa que eu detesto jogos de PS e coisas afins. Não bastasse o desperdício de tempo e dinheiro, e muitas vezes a incitação à violência, agora a total ausência de bom senso e a descarada estupidez.
Onde vamos parar??

[sara] disse...

Qual será o interesse do jogo? Criar uma seita?

Bikoka disse...

Sim de facto a campanha foi estúpida e a Sony já pediu desculpas.
Isto tudo ocorreu durante a apresentação do jogo God of War onde a Sony comprou a um talhante local (a apresentação foi na Grécia) uma cabra já morta e expôs o animal durante a apresentação.
Este jogo está muito baseado na mitologia mas não deixou de ser uma apresentação de mau gosto.

MYA disse...

Hoje em dia há com cada jogo mais ridículo!

Blog interessante ;)

1entre1000's disse...

que selvagens!!!

Babe, a Certificada disse...

Isto dá que pensar... Nós somos adultos, não nos deixámos influenciar por essas ideias, sabemos que se trata de uma campanha de markting... certo, de muito mau-gosto...
Agora, pensem na criançada, maiores clientes das PS... este tipo de violência gratuita parecer-lhe-á cada vez mais natural...

Miss Alcor disse...

Irra! Só me ocorre dizer uma cambada de palavrões! (descansa que não os vou dizer aqui!)
Realmente! Haja paciência. Não sei onde vamos parar assim!
E depois dizem que os jogos não tornam as pessoas violentas! Pois não... fazem pior: levam-nas a criar um mundinho muito próprio, onde todos ficam com os olhos baços e o cérebro em papa.
Se encontrares a petição, só tens de me dizer onde assinar!

Bruna Pereira disse...

Que nojo vem a ser este?
Nunca ouvi nada assim... Deve dar um gozo assitir a uma coisa destas sem vomitar, realmente... Sem comentários possíveis?

:)

Zé Ninguém disse...

Realmente, também detesto carne de cabra, e mesmo cabrito só em vinha de alhos, além disso carne dada na grécia por japoneses...bom se fosse cavalo ninguém lhe olhava ao dente...mas e o prémio? Qual era o prémio?

João Silva disse...

Teria sido o lançamento de um jogo chamado "EL CHUPA CABRAS"???

...assim estava justificado!

L. Rodrigues disse...

Quase tão estúpido como o que quiseram fazer, também em Inglaterra (um padrão?) quando do lançamento de um Jogo de corridas de automóveis:

No dia do lançamento, a editora pagava todas as multas de excesso de velocidade. Acho que não foi para a frente.

(Talvez a ideia fosse apenas fazer barulho e nesse caso resultou...)

rps disse...

Lá degolar a cabra, estou como o outro. Já comer-lhe as vísceras...

Anónimo disse...

Devia ser comida depois de passar pelo talho.
Assim era mais realista.

Alexandre disse...

Que absurdo. Isso é mesmo verdade? Não será um hoax?

b.m. disse...

Exagero. Jogos não são incitação à violência, nem séries, nem livros, nem nada; só alguns dementes matam por conta de expressões midiáticas. E realmente é uma campanha curiosa, mas funciona, veja você espalhando a idéia; e é só uma cabra, você é o quê, do Greenpeace?